REUMATOUSP

facebook

Home

Assistência

Centro de Infusão

Centro de Infusão


Centro de Medicamentos de Alta Complexidade(CEDMAC) Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo   

Coordenadora

Profa. Dra. Eloísa Bonfá - Titular do Departamento de Clínica, Disciplina de Reumatologia da FMUSP e Chefe do Serviço de Reumatologia 

Equipe médicos do CEDMAC

Dra. Ana Cristina de Medeiros
Dra Ana Luísa Calich
Dra. Carla Gonçalves
Dr. Fernando Henrique Carlos de Souza
Dra Karina Rossi Bonfiglioli

Dr. Leandro Lara do Prado

Dr. Luiz Eduardo de Paula

Dr. Júlio César Bertacini de Moraes

Dra. Mariana Gioielli Waisberg
Dra. Nadia Emi Aikawa  

Dra. Renata Miossi

Médicos consultores

Dra. Ieda Maria Magalhães Laurindo 
Chefe do Ambulatório de Artrite Reumatóide do Serviço de Reumatologia do HCFMUSP. 
Dr. Ricardo Romiti 
Professor Assistente do Serviço de Dermatologia do HCFMUSP  

Enfermeiras

Ana Cristina Yano Endo
Cleide Oliveira da Silva      

Auxiliares de enfermagem

Janaína Aragão Sivero
Maria do Socorro Moraes da Silva
Marta Aparecida Bonde
Sandra da Silva  

Farmacêuticas

Ana Carolina Vicente Oliveira
Vanessa Luana de Oliveira  

Auxiliares administrativos / secretaria

Anne Waendendries Tarzia
Claudio Eduardo da Silva
Maria Josélia da Silva Pinto
Marlene Cardoso dos Santos  

Localização
 

Prédio dos Ambulatórios do Instituto Central do Hospital das Clínicas - FMUSP - 6º andar – Sala  5C

Centro de Infusão

Estrutura física e funcionamento

- Sala de aplicação com 6 leitos 
- 3 consultórios médicos 
- 1 consultório de enfermagem
- Sala de Discussão Médica
- Sala de Espera 
- Atendimento atual de 640 pacientes/mês 
- Horário de funcionamento: 7:00 às 17:00 de segunda a sexta-feira

Centro de InfusãoCentro de Infusão

O Centro de Medicamentos de Alta Complexidade (CEDMAC) é destinado ao tratamento da população com doenças crônicas auto-imunes com utilização de agentes biológicos pelo Hospital das Clínicas da FMUSP em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde. 
Os agentes biológicos surgiram como uCentro de Infusãoma nova geração de medicamentos capazes de melhorar a história natural da doença. São anticorpos monoclonais ou antagonistas de receptores e têm como alvos específicos citocinas ou moléculas de superfície celular. 
Atualmente, estão disponíveis no SUS três agentes biológicos anti-TNF (infliximabe, etanercepte e adalimumabe). 
Na área da Reumatologia os agentes anti-TNF alfa têm se mostrado efetivos não só para o tratamento da Artrite Reumatóide como também para outras doenças como Espondilite Anquilosante, Artrite Psoriática e Artrite Idiopática Juvenil.  
Todos os três agentes biológicos apresentam perfil similar de efeitos adversos, destacando-se a capacidade de reativação de tuberculose latente e infecções inclusive oportunistas. Permanece a inda a discussão de maior risco de malignidade, articularmente câncer de pele não-melanoma, melanomas e linfomas. Adicionalmente foram observados casos de Síndrome lúpus-símile, doença desmielinizante, indução de auto-anticorpos, citopenia, hepatotoxicidade, reações no local da injeção e efeitos sistêmicos como insuficiência cardíaca congestiva. 
Atualmente, a utilização desses agentes é recomendada para pacientes que não responderam ao tratamento habitual com as drogas tradicionais de acordo com vários protocolos nacionais e internacionais. Considerando que a nossa população possui particularidades como doenças infecciosas endêmicas e acesso limitado à assistência à saúde, há necessidade premente de estudos observacionais de longa duração que avaliem a efetividade e efeitos adversos do emprego dos agentes biológicos em nosso meio. 
Os novos agentes biológicos aprovados no Brasil, mas ainda não disponíveis no SUS, incluindo atualmente rituximabe, abatacepte e mais recentemente tocilizumabe, podem ser disponibilizados via Pedido Administrativo de Medicação não-Padronizada. Essa via de acesso é uma parceria entre o CEDMAC e a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES/SP) para atendimento dos pacientes que não responderam as opções disponíveis no SUS ou que apresentam contra-indicações formais as medicações disponíveis sem outras opções de tratamento. A avaliação e deferimento dos pedidos são realizados no CEDMAC de acordo com as normas estabelecidas pela SES/SP.

Encaminhamento dos pacientes

Os pacientes com indicação de terapia biológica são encaminhados dos ambulatórios do Serviço de Reumatologia do HCFMUSP com diagnóstico, histórico medicamentoso, exames laboratoriais recentes e rastreamento para infecções, principalmente para afastar tuberculose latente (radiografia simples de tórax, PPD e epidemiologia), necessários para o uso dos agentes biológicos.  

Atividades do CEDMAC

Atividades assistenciais

• Atendimento padronizado em prontuário eletrônico
• Registro de todos os atendimentos em prontuário eletrônico com banco de dados relativo ao uso, eficácia e efeitos adversos relacionados aos agentes biológicos.
• Aplicação supervisionada de todos os agentes biológicos garantindo adesão, uso correto, armazenamento adequado e vigilância rigorosa sobre efeitos colaterais.
• Acompanhamento longitudinal da eficácia do tratamento com agilidade para ajuste da medicação ou troca quando indicado.
• Atendimentos agendados para aplicação e consultas médicas além de atendimento sob demanda em caso de efeitos adversos ou complicações
• Participação dos assistentes do CEDMAC nos ambulatórios do Serviço de Reumatologia.

Atividades acadêmicas

• Desenvolvimento de projetos científicos (doutorado, mestrado, iniciação científica)
• Reuniões científicas semanais
• Difusão de conhecimento em artigos científicos baseados no banco de dados disponível
• Análises fármaco-econômicas estimulando o uso racional dos recursos.  

VOLTAR

Produzido por: Atomica Studio